Início » Brasil tem até setembro para decidir o futuro do iPhone

Brasil tem até setembro para decidir o futuro do iPhone

O iPhone que utiliza o padrão Lightning está com problemas tanto no Brasil quanto na Europa. O motivo é a padronização da entrada dos carregadores de celular, que na Europa já ficou decidido que será e o Brasil deve seguir o mesmo caminho. 

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) tem até setembro para decidir se vai exigir que todos os celulares vendidos no país devam utilizar a entrada USB-C para recarga de energia. Essa decisão vai atingir em cheio a e o iPhone, que utilizam o padrão Lightning há muitos anos. Vinicius Caram, superintendente de Outorgas da Anatel, disse que a nova regra deve entrar em vigor em 2024.

Para que a proposta seja aceita, a Agência iniciou nesta semana uma consulta pública para que as pessoas possam colaborar com o tema. O acesso para opinar estará aberto durante 60 dias. Além do Brasil, Europa e Estados Unidos também decidiram pela padronização. Enquanto isso, a maior empresa de tecnologia do mundo está contra a parede.

De acordo com o TechTudo, que ouviu o superintendente da Anatel, que argumentou que a intenção é facilitar a vida dos consumidores com somente um padrão de recarga. Além disso, as pessoas poderão reutilizar os componentes que já têm em novos smartphones, o que reduz o lixo eletrônico no planeta.

“Atualmente 85% do estão num padrão [em referência ao USB-C] e 15% em outro [o formato Lightning, usado no iPhone]. Seria mais eficiente ter uma coisa só”, disse Caran.

A proposta de ato normativo da Anatel está em consulta pública, o que significa que ainda não está valendo. Até 28 de agosto deste ano, o da agência receberá contribuições da sociedade pela minuta de ato normativo.

Leia Mais
Novo surto de Ebola na Guiné: Saiba mais!

União Europeia 

No início de 2022, a foi surpreendida com a aprovação da nova lei que decidiu por um único padrão de carregamento para dispositivo móvel em toda a Europa, que passará a usar o USB-C. O prazo para a é até o outono de 2024. A decisão é uma forma de reduzir o lixo eletrônico e eliminar a “confusão de cabos”.

“telefones celulares, tablets, e-readers, fones de ouvido, câmeras digitais, fones de ouvido e headsets, consoles de videogame portáteis e alto-falantes portáteis recarregáveis ​​por meio de um cabo com fio terão que ser equipados com USB-C, independentemente de sua fabricação”, texto do comunicado divulgado na Europa.

As próximas se aplicarão aos novos eletrônicos de pequeno e médio porte vendidos na UE.

A nova lei por lá determina que carregadores que suportam carregamento rápido também sejam obrigados a adotar as mesmas velocidades de carregamento.

No Brasil, a Anatel tem certeza que também será escolhida a padronização USB-C. “A gente nem teria colocado em consulta pública se tivesse dúvida sobre o encaminhamento do tema. A linha é de avançarmos com o novo padrão. Primeiro temos que respeitar as contribuições, que ocorrem no da Anatel. Qualquer ou empresa pode se manifestar num prazo de 60 dias, que vai até 28 de agosto”.

4 thoughts on “Brasil tem até setembro para decidir o futuro do iPhone

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.