Início » Dicas para driblar o pessimismo e manter a saúde mental na pandemia

Dicas para driblar o pessimismo e manter a saúde mental na pandemia

Um ano se passou desde o início da pandemia – e com a situação em que estamos vivendo no Brasil, onde os números de internações e mortes continuam crescendo,  a perspectiva de quando esse cenário irá melhorar parece se perder, nos deixando angustiados.

Cada vez mais a frustração, a tristeza, a e o estresse invadem o nosso dia a dia: continuamos com planos cancelados e com um futuro incerto. Então uma pergunta que muita gente tem se feito é: como manter a positividade diante desse quadro?

“É importante não criar altas expectativas para que a frustração não te decepcione. Porém, lembre-se: a pandemia vai passar. Procure não pensar em datas e sim em um cenário melhor: pessoas vacinadas, comércios abertos, voltando a prosperar.

Tenha confiança, ela é diferente da expectativa e te ajuda a lidar com o cenário difícil”, comenta Uranio Bonoldi, especialista em tomada de decisão.

Outra do especialista é vivenciar cada pequeno momento como uma conquista. “Uma ligação de um amigo, a recuperação de um parente, uma notícia boa – dê valor às pequenas boas notícias e às coisas boas que acontecem à sua volta.

Faça o exercício de não ficar preso ao passado ou projetar o futuro. Procure lidar bem com o e seja sempre grato ao que você tem aqui e agora. É uma maneira de manter a mente sã e a esperança viva”.

Manter a paciência também ajuda e isso pode ser feito através da meditação, leitura de bons livros, com boas e atividades que lhe dão prazer num espaço restrito, dado que estamos com nossa movimentação limitada, – continua Uranio.

Em tempos de crise como essa, evite relacionar a com coisas que não dependem de nós.

Leia Mais
Dia Mundial sem Tabaco: Comprometa-se a parar de fumar

“Experimente se centrar em você, exercer o autoconhecimento, – a meditação ajuda neste quesito, para assim, traçar estratégias que o ajudem a lidar com a situação.

Se ler te acalma, trace uma rotina diária de leitura, por exemplo. Pode ser também uma atividade física, -que te ajuda a focar e a relaxar, um filme ou série, tocar um instrumento musical… Descubra o que te faz bem e invista nessa atividade que depende apenas de você”, finaliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.